4 inimigos da saúde sexual do homem

Quer receber nossos artigos?

Cadastre-se e fique informado!
4 inimigos da saúde sexual do homem

4 inimigos da saúde sexual do homem

Ter um desempenho sexual satisfatório é uma preocupação de nove entre dez homens. Se esse é o seu caso, lembre-se sempre de uma regra de ouro: mais do que atingir o prazer individual, para se destacar na cama é essencial proporcionar uma experiência agradável também para sua parceira. Mais do que se certificar que ela atingiu o clímax, é importante garantir que os dois realmente aproveitem o encontro sexual e o tempo juntos da melhor forma possível.

Uma boa performance na cama está diretamente ligada a uma rotina saudável. Alimentação ruim, sedentarismo, tabagismo e excesso de álcool, além de comprometerem a sua saúde e disposição, afetam diretamente o seu desempenho entre quatro paredes. Confira:

Má alimentação

Manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas, vegetais, legumes e alimentos integrais é positivo para a sua saúde e, de quebra, para o seu desempenho na cama. Ao comer bem, você tem mais disposição e energia, evitando a fadiga característica de quem consome alimentos gordurosos. Ficar de olho na alimentação também garante que você fique com o seu corpo em dia, o que afetará diretamente na sua auto-estima. E sabemos que ela é muito importante na hora H.

Outro ponto importante: inserir alguns alimentos na sua dieta também pode contribuir para melhorar a sua performance. Os aspargos, por exemplo, têm como ingrediente principal o folato, substância que auxilia na produção de histamina, que é responsável pela libido. Quem quer melhorar o desempenho sexual também não pode abrir mão da banana na dieta. Rica em potássio, que é substância essencial para a manutenção da força muscular, a fruta contribui para um sexo melhor.

Quem está com o apetite sexual abalado, também não pode abrir mão do chocolate amargo. Com pelo menos 70% de cacau, este tipo de doce tem um estimulante chamado feniletilamina, que libera as mesmas endorfinas que o corpo durante o sexo. Resultado: desejo aumentado! Tem uma noite especial pela frente? Considere então acrescentar ostras ao cardápio. Ricas em zinco, que é apontado como mineral do sexo pela sabedoria popular, as ostras contribuem para aumentar o nível de testosterona e a contagem de esperma. Consuma o alimento cru e fresco.

Falta de atividade física

Falta de apetite sexual ou cansaço excessivo antes ou depois da relação? Esses podem ser efeitos de uma vida sedentária. Para melhorar o seu desempenho sexual, é essencial investir em exercícios simples e diários. Essa prática ajuda na produção da testosterona, hormônio que, entre outras funções, funciona como uma espécie de termômetro da performance na cama. Para melhorar a sua vida entre quatro paredes, é importante deixar a preguiça de lado e colocar no calendário atividades diárias como corrida ou caminhadas. Pelo menos meia hora por dia!

Álcool

Atire a primeira pedra quem nunca recorreu a um drinque para ficar mais desinibido na hora H. Uma dose, tudo bem. No entanto, exagerar no consumo traz uma série de problemas sexuais. O principal deles é a perda da ereção. É comum que homens que consumiram uma quantidade grande de álcool tenham dificuldades para conseguir ter e manter a ereção logo depois da bebedeira, já que a bebida amortece o corpo. É possível ainda ter dificuldade para atingir o orgasmo e até ter uma baixa no desejo. Ou seja, quer melhorar o seu desempenho sexual? Então fique longe da bebida em excesso!

Tabagismo

Além de um dos inimigos número 1 da sua saúde, o cigarro também pode prejudicar o seu desempenho sexual. De acordo com a Associação Médica Britânica, o tabaco pode causar disfunção erétil, além de causar problemas respiratórios que podem afetar – e muito – a sua disposição na cama e a sua performance.

Quer conferir outras dicas e melhorar sua performance? Confira nosso ebook Guia: como melhorar sua saúde e desempenho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *